Você está aqui:Home » 12 anos de prisão para o ativista da ALF, Walter Bond

12 anos de prisão para o ativista da ALF, Walter Bond

Fonte: http://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2011/10/18/eua-12-anos-de-prisao-para-walter-bond

 

Walter Bond foi condenado na última quinta-feira (13 de outubro) a 87 meses de prisão por dois incêndios provocados em Utah. Esta nova sentença será somada ao seu tempo de condenação no Colorado. Isto dá a Walter um total de 12 anos de prisão por suas ações como o “Lobo Solitário” da Frente de Libertação Animal.

 

Declaração final no Tribunal:

 
“Estou aqui hoje pelos incêndios que cometi na Fábrica de Couro Tandy em Salt Lake City e no Restaurante Tiburon em Sandy, Utah, que vende o incrivelmente cruel foie gras. Os juízes dos EUA querem me dar à pena máxima e não apenas por causa dos meus “crimes”, mas porque não me arrependo e sou sincero. Minha intuição me diz que este tribunal não vai mostrar misericórdia comigo. Então, ao invés de mentir ao tribunal em uma débil tentativa de salvar a mim mesmo, como estou certo de que muitos fazem isso quando enfrentam seu dia de sentença, deixe-me dizer-lhe como me sinto.
Lamento que quando tinha 19 anos eu construí dois matadouros que continuam a matar animais, mesmo agora, enquanto eu falo. Lamento que Tandy Leather comercialize peles arrancadas de mortos, e muitas vezes com os corpos de animais, como vacas, avestruzes, coelhos, cobras e porcos. Lamento que os curtumes que abastecem a fábrica Tandy envenenem a Terra com produtos químicos perigosos.
Lamento que os lucros do restaurante Tiburon sejam obtidos a partir da alimentação forçada de gansos e patos até que seus fígados explodam para que as pessoas ricas possam usar isso como um patê para biscoitos e pão. Lamento que ganhe a vida com os cadáveres de animais selvagens e exóticos. Sinto que vivemos em uma época onde se pode estuprar uma criança ou bater brutalmente numa mulher até ela ficar inconsciente e receber menos tempo de prisão do que um ativista pela libertação animal que atacou a propriedade em vez de pessoas.

Lamento que o meu irmão estivesse tão desesperado para sair de uma dívida que voou desde Iowa para o Colorado apenas para me meter em uma conversa gravada e monitorada para obter o dinheiro da recompensa. Lamento estar relacionado biologicamente a um informante de pouco valor. Lamento ter esperado tanto tempo para se tornar um membro da Frente de Libertação Animal. Por todas estas coisas sempre terei algum pesar. Mas pelos incêndios na fábrica de couro e no restaurante Tiburon, não tenho nenhum remorso.
Estou ciente de que as leis da terra favorecem as empresas para que elas obtenham mais benefícios sobre a vida dos animais. Que elas também tendem a favorecer os proprietários brancos para que lucrem com a escravização de pessoas negras. Igualmente que elas são utilizadas para favorecer a capacidade dos maridos para atacar brutalmente suas esposas e agir sobre elas como se fossem um objeto. Aqueles que violaram a lei e danificaram a propriedade para se opor a opressão também eram chamados de “terroristas” e “fanáticos” em seu tempo, mas isso não muda o fato de que a sociedade avançou e continua avançando.
Então, hoje eu sou o cara mau. Esta é apenas uma questão de coincidência histórica. Quem sabe, talvez uma sociedade menos brutal e menos violenta se um dia existir entenderá que a Vida e a Terra são mais importantes que os produtos da morte e da crueldade. E se não, então para o inferno com tudo isso de qualquer maneira! Que os que me apoiam ou os meus críticos pensem que eu sou um lutador pela liberdade ou um louco com um galão de gasolina na mão não faz nenhuma diferença para mim. Passei anos comprováveis promovendo, apoiando e lutando pela libertação animal. Eu vi animais vítimas da injustiça humana, milhares deles com meus próprios olhos, e o que vi foi sangue, vísceras e sangue! Eu fiz uma promessa para os animais e a mim mesmo, lutar por eles de todas as formas que pudesse. Não me arrependo de nada disso, e nunca me arrependerei!
Podem tomar a minha liberdade, mas não podem ter a minha submissão.”

 

http://www.supportwalter.org

© 2014 VEDDAS – Vegetarianismo Ético, Defesa dos Direitos Animais e Sociedade

Voltar para o topo